Rappel gratuit musique chant bresiliens percussions musique africaine Lyon

Musiques et chants

O que que é berimbau?
Uma cabaça, um arame e um pedaço de pau
O que que é berimbau?
Uma cabaça, um arame e um pedaço de pau

Capoeira, é defesa, ataque
é ginga de corpo, é a malandragem, Capoeira
é defesa, ataque
é ginga de corpo, é malandragem

São Fransisco Nunes
Preto Velho meu avô
Ensinou para o meu pai
Mas meu pai não me ensinou, Capoeira
é defesa, ataque
é ginga de corpo, é malandragem

O Maculelê
é a dança do pau
Na roda de Capoeira
é no toque do berimbau, Capoeira
é defesa, ataque
é ginga de corpo, é malandragem  

Eu já tive em Moçambique
Eu já tive em Guinè
Tô voltando de Angola
Com o jogo de Malè, Capoeira
é defesa, ataque
é ginga de corpo, é malandragem  

Se você quer aprender
Vai ter que praticar
Mas na roda de Capoeira
É gostoso de jogar, Capoeira
é defesa, ataque
é ginga de corpo, é malandragem 

Bom Jesus da Lapa ê
Bom Jesus da Lapa

Bom Jesus da Lapa ê
Bom Jesus da Lapa

Onde vai Caima.

Onde vai caiman,
caiman, caiman
Onde vai caiman (choeur)
Vai pra ilha de Maré
Onde vai caiman (coro)
Vai jogar a capoeira
Onde vai caima (coro)
Lagoa do Abaeté
Onde vai caiman (coro)
Vamos embora, vamos embora
Onde vai caiman (coro)
Lá da ilha de mare

Adeus Adeus

Adeus, adeus
Boa viagem 
Eu vou- me embora
Boa viagem 
Eu vou com Deus
Boa viagem 
E com Nossa Senhora
Boa viagem 
Chegou a hora
Boa viagem 
Adeus…
Boa viagem

A maré tá cheia ioio, a maré tá cheia iaia
A maré tá cheia ioio, a maré tá cheia iaia
A maré tá cheia ioio, a maré tá cheia iaia
A maré tá cheia ioio, a maré tá cheia iaia

A maré subiu
Sobe maré
A maré desceu
Desce maré*

Maré de Maré
Vou pra ilha de Maré
Olha a maré de maré
Vou pra ilha de Maré

Vai voce, vai voce?
Dona Maria, como vai voce? (coro)
coro
Como vai como ta como vai voce
coro
E mais joga bonito que o povo quer ver
coro
E vai voce, e vai voce
coro
Ô joga bonito que eu quero aprender
coro
Como vai voce, como vai voce
coro
Como tá voce, eu quero saber
coro
Como tá, como passou, como vai voce?
coro
Cante bonito que quero voce
coro
Olha joga ligeiro que eu quero ver

Gunga É Meu

Gunga é meu, gunga é meu
gunga é meu, é meu, é meu
Gunga é meu, gunga é meu

gunga é meu
foi meu pai que meu deu

Gunga é meu, gunga é meu

gunga é meu
foi meu Mestre que meu deu

Gunga é meu, gunga é meu

gunga é meu
não vou dar pra ningem

Gunga é meu, gunga é meu

e gunga é meu é meu é meu

Gunga é meu, gunga é meu

(version 2)

O moleque chegou lá em casa,
Perguntando o que eu ia fazer,
Eu vou no mato, vou pegar biriba,
Pra minha viola fazer,

Coro: Tim, tim, tim lá vai viola
Digue, digue, digue, digue, digue, digue, dom,
Coro: Tim, tim, tim lá vai viola
Ê mas viola meu bem, mas não é violão,
Coro: Tim, tim, tim lá vai viola
Ê lá vai viola,
Coro: Tim, tim, tim lá vai viola

A roda tava desanimada,
O povo mal queria cantar,
Foi eu pegar na viola,
A roda inteira começou a jogar

Coro: Tim, tim, tim lá vai viola
Digue, digue, digue, digue, digue, digue, dom,
Coro: Tim, tim, tim lá vai viola
Ê mas viola meu bem, mas não é violão,
Coro: Tim, tim, tim lá vai viola
Ê lá vai viola
Coro: Tim, tim, tim lá vai viola

Quem vem lá? Sou eu
Quem vem lá? Sou eu
Berimbau bateu
Capoeira sou eu

Quem vem lá? Sou eu
Quem vem lá? Sou eu
Berimbau bateu
Capoeira sou eu

Eu venho de longue
Venho da Bahia
Jogue Capoeira
Capoeira sou eu

Quem vem lá? Sou eu
Quem vem lá? Sou eu
Berimbau bateu
Capoeira sou eu

Ę sou eu, sou eu
Quem vem lá
Sou eu Brevenuto
Quem vem lá
Montado a cavalo
Quem vem lá
Fumando charuto
Quem vem lá

é o A, é o B, é o A é o B é o C

é o A, é o B, é o A é o B é o C

 

ai ai ai ai eu não sei ler

ai ai ai ai o ABC

ai ai ai ai quero aprender

ai ai ai ai o abecê

 

é o A, é o B, é o A é o B é o C

é o A, é o B, é o A é o B é o C

 

é o A do atabaque, o B do berimbau e o C da capoeira

é o A do atabaque, o B do berimbau e o C da capoeira

Oh iê, iê, iê berimbau chamou você, oh dim dim dim dim dim berimbau tocou assim
Coro : Oh iê, iê, iê berimbau chamou você, oh dim dim dim dim dim berimbau tocou assim

Berimbau por que tu choras, se a iuna nao cantou?
so foi o toque da Banguela que energia aqui mostrou!

Oh iê, iê, iê berimbau chamou você, oh dim dim dim dim dim berimbau tocou assim
Oh iê, iê, iê berimbau chamou você, oh dim dim dim dim dim berimbau tocou assim

Berimbau tocou Angola, Banguela bem miudinho,
só não esqueça da Regional oh que Mestre Bimba fez sozinho.

Oh iê, iê, iê berimbau chamou você, oh dim dim dim dim dim berimbau tocou assim
Oh iê, iê, iê berimbau chamou você, oh dim dim dim dim dim berimbau tocou assim

Na tradição de seu Pastinha, tem o gunga , médio, e viola,
meu gunga toca marcado o médio dobra, a viola chora

Oh iê, iê, iê berimbau chamou você, oh dim dim dim dim dim berimbau tocou assim
Oh iê, iê, iê berimbau chamou você, oh dim dim dim dim dim berimbau tocou assim

Bem-te-vi vôou, vôou
Bem-te-vi vôou, vôou
Deixa voar

Lá lauê lauê lauê lauê
Lá lauê lauê lauê lauê

Que som o que arte é essa
de luta e brincadeira
Que roda maravilhosa é essa
é o axé de Capoeira

Em cada som, em cada toque
em cada ginga, tem um estilo de jogo
Em cada som, em cada toque
em cada ginga, tem um estilo de jogo

Lauê lauê lá…
Lá lauê lauê lauê lauê

Eh, não me chame de moleque,
Não me chame de moleque, oh meu Deus, que moleque não sou eu.
Olha quem me chamou de moleque foi bezouro preto ja morreu.

É você que é moleque.
Moleque É Tú
Eh não me chama moleque
Moleque É Tú
Eh, moleque é você.
Moleque É Tú
Eh moleque danado.
Moleque É Tú
Eh danado pra falar.
Moleque É Tú
Tua mãe num tá em casa.
Moleque É Tú
Eh moleque quer brigar.
Moleque É Tú
Eh moleque e o cão.
Moleque É Tú
Eh mas castiga o moleque.
Moleque É Tú
Eh conforme a razão.
Moleque É Tú
Tua mãe foi pra feira.
Moleque É Tú

Mamãe me mandou dizerMamãe me mandou dizer,
mamãe me mandou falar

Mamãe me mandou dizer,
mamãe me mandou falar

Quem não pode com mandinga,
não carrega patuá

Mamãe me mandou dizer,
mamãe me mandou falar

Zum zum zum
Capoeira mata um
Zum zum zum
Capoeira mata um
Zum zum zum
Capoeira mata um
Zum zum zum
Capoeira mata um
Onde tem marimbondo?
É zum zum zum!
Onde tem marimbondo?
É zum zum zum!
O A O A E
Quero ver bater
Quero ver cair
O A O A E
Quero ver bater
Quero ver cair
O A O A E
Quero ver bater
Quero ver cair
O A O A E
Quero ver bater
Quero ver cair

Chora menino
Nhem, nhem, nhem
O menino chorou
Nhem nhem nhem
Porque não mamou
Nhem nhem nhem
Sua mãe tá na feira
Nhem nhem nhem
Cala boca merino
Nhem nhem nhem
O menino é danado
Nhem nhem nhem
O menino é malvado
Nhem nhem nhem
O menino chorou
Nhem nhem nhem
Chorou chorou
Nhem nhem nhem

Vou dizer minha mulher, Paraná
Capoeira me venceu, Paraná

Paranauê, paranauê, Paraná
Paranauê, paranauê, Paraná

Vou me embora pra favela, Paraná
Como já disse que vou, Paraná

Paranauê, paranauê, Paraná
Paranauê, paranauê, Paraná

E desvera que o morro, Paraná
Se mudou para cidade, Paraná

Paranauê, paranauê, Paraná
Paranauê, paranauê, Paraná

Vou me embora dessa terra, Paraná
Como já disse que vou, Paraná

Paranauê, paranauê, Paraná
Paranauê, paranauê, Paraná

Eu aqui não sou querido, Paraná
Mas na minha terra eu sou, Paraná

Paranauê, paranauê, Paraná
Paranauê, paranauê, Paraná

Cantando com alegria, Paraná
Mocidade es que mata, Paraná

Paranauê, paranauê, Paraná
Paranauê, paranauê, Paraná

O enfeite de uma mesa, Paraná
É um garfo e uma colher, Paraná

Paranauê, paranauê, Paraná
Paranauê, paranauê, Paraná

O enfeite de uma cama, Paraná
É um homem e uma mulher, Paraná

Paranauê, paranauê, Paraná
Paranauê, paranauê, Paraná

Mulher pra ser bonita, Paraná
Não precisa se pintar, Paraná

Paranauê, paranauê, Paraná
Paranauê, paranauê, Paraná

Oi sim sim sim
Oi não não não
Oi sim sim sim
Oi não não não

Essa cobra lhemorde
Senhor São Bento
essa cobra lhe morde
Senhor São Bento
O veneno da cobra
Senhor São Bento
Essa cobra é malvada
Senhor São Bento
essa cobra lhemorde
Senhor São Bento
O veneno da cobra
Senhor São Bento
Olha o bote da cobra
Senhor São Bento
essa cobra lhemorde
Senhor São Bento
A cobra mordeu
Senhor São Bento
Essa cobra é malvada
Senhor São Bento
essa cobra lhemorde
Senhor São Bento
essa cobra lhemorde
Senhor São Bento
Essa cobra me morde
Senhor São Bento
O veneno da cobra
Senhor São Bento
Ela é jaracuçú
Senhor São Bento
Ela é cobra coral
Senhor São Bento
Olha o bote da cobra
Senhor São Bento
essa cobra lhemorde
Senhor São Bento
essa cobra lhemorde
Senhor São Bento
essa cobra lhemorde
Senhor São Bento
A cobra mordeu
Senhor São Bento
essa cobra lhemorde
Senhor São Bento

Adeus, adeus
Boa viagem
Eu vou- me embora
Boa viagem
Eu vou com Deus
Boa viagem
E com Nossa Senhora
Boa viagem
Chegou a hora
Boa viagem
Adeus…
Boa viagem

Foi na Bahia que eu mandei fazer
Foi na Bahia que eu mandei preparar
Meu patuá meu pai meu patuá
Meu patuá pra me proteger

coro :
Foi na Bahia que eu mandei fazer
Foi na Bahia que eu mandei preparar
Meu patuá meu pai meu patuá
Meu patuá pra me proteger

Fui convidado pra uma roda de gingante
Com dois pandeiros e três berimbaus
E um atabaque tocando maneiro e sereno
É a roda que já vai começar

Era domingo, era um dia de oferendas
E eu levei flores pra iemanjá
Fui celebrar Janaina, Rainha menina
Iemanjá que é a dona do mar

E na Bahia um mestre velho mandingueiro
Abriu a roda, fazendo uma louvação
Cantou bem forte o lamento
Me dando a benção
Era a hora de eu sair pra jogar

Meu patuá é meu berimbau sagrado
É minha vida e também o meu cantar
É os meus amigos sorrindo
Sempre junto comigo, na volta que o mundo dá

Oi nega que vende aí
que vende aí, o que vende aí
oi nega que vende aí
vende arroz e camarão
oi nega que vende aí
vende arroz do maranhão
oi nega que vende aí

agora vou pergunta

oi nega que vende aí

Onde mora o Waldemar

oi nega que vende aí

voce ouviu ele cantar

oi nega que vende aí